Sexo frágil? Livro desconstrói estereótipos sobre mulheres propagados pela ciência

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Para ela, o machismo que manteve as mulheres fora desse campo durante anos também impregnou a própria ciência – mas, agora, novas perguntas são feitas e velhas hipóteses estão sendo contestadas. Como, por exemplo, a descoberta, com primatas, de que, enquanto os machos eram considerados mais violentos e assertivos, as fêmeas só eram consideradas calmas e submissas porque ninguém estava perdendo tempo olhando, de fato, para elas. Continuar lendo “Sexo frágil? Livro desconstrói estereótipos sobre mulheres propagados pela ciência”